Porto reforça compromisso com a sustentabilidade e boas práticas ambientais
A cidade do Porto está cada vez mais empenhada na promoção da sustentabilidade e das boas práticas ambientais, tendo subscrito hoje um acordo com várias entidades para aprofundar as estratégias nesse sentido.

Câmara do Porto, Lipor, ISEP e empresa municipal Porto Ambiente assinaram a Carta de Compromisso no âmbito do programa Lipor Geração+, que visa dar sequência ao trabalho já desenvolvido ao longo dos últimos seis meses, nomeadamente junto da comunidade do ISEP e sob o lema "Agir Local, Pensar Global", com o objetivo final de atingir a Certificação Coração Verde.

Nesse âmbito, foram já recolhidas e entregues para reciclagem 111 toneladas de resíduos, bem como eliminados mais de 60 pontos de equipamentos para recolha de lixo e criados cerca de 150 pontos para recolha de resíduos recicláveis. Foi também ativado o serviço de recolha de orgânicos, levadas a cabo ações de sensibilização junto de um universo que rondou as 7.000 pessoas e organizado um grupo de 50 elementos da equipa técnica do ISEP com formação nesta área.

A Carta Compromisso Geração+ hoje subscrita visa a união de esforços com vista a levar ainda mais longe aquelas ações e fazer do ISEP um polo difusor destas práticas. Será assim definido um conjunto de boas práticas orientadoras que contribuam para afirmar o ISEP enquanto instituição de ensino superior líder na área do desenvolvimento sustentável. Será igualmente traçada uma visão estratégica para a correta gestão de resíduos, corporativamente responsável, para toda a comunidade do ISEP.

A instituição de ensino superior pretende ver reconhecidas as boas práticas adotadas e alcançar a Certificação Coração Verde LIPOR, mas quer ir além das suas paredes e partilhar as boas práticas também com a comunidade externa ao próprio ISEP, contribuindo para que a cidade do Porto disponha de várias entidades públicas exemplares no domínio da sustentabilidade.

O Lipor Geração+ é um projeto educativo integrado que promove o compromisso dos cidadãos com boas práticas ambientais, facilitando a aquisição de competências promotoras de maior intervenção cívica, capazes de alimentar o crescimento e a consolidação de processos ambientalmente responsáveis. Esta iniciativa assenta particularmente na otimização dos processos institucionais ao nível da gestão ambiental, em particular na área dos resíduos, da água, da energia e na gestão sustentável dos espaços verdes ou ajardinados e culmina com a Certificação Coração Verde pelas instituições que participam.