31/10/2022

As ruas da Baixa da cidade foram invadidas, na tarde de domingo, pelo tradicional Cortejo da Latada, que marcou o culminar da Semana de Receção ao Caloiro, após dois anos de interregno devido à pandemia.


Milhares de estudantes, trajados a rigor e com muitas latas coloridas a fazer barulho, desceram pela Rua de Camões até aos Aliados, sob o olhar de familiares e curiosos. Passava o cortejo e seguia-se uma operação de limpeza, operacionalizada pela Porto Ambiente, que, à semelhança de outros grandes eventos na cidade, reforçou meios e equipas para que tudo voltasse a ficar limpo.


A limpeza de todo o percurso e envolvente foi assegurada por 30 cantoneiros, apoiados por oito meios mecânicos. A operacionalização destes meios no terreno incluiu varredura mecânica para remoção de todos os resíduos, seguida da lavagem dos pavimentos, bem como a intervenção de piquetes de ação rápida.

Todas as latas foram, posteriormente, encaminhadas para a central de triagem da LIPOR para valorização, em linha com os princípios e compromissos assumidos pela empresa municipal responsável pela gestão de resíduos urbanos.


Ação de sensibilização “Porto, Cidade sem Sida”


Para além do reforço da limpeza na cidade, a Câmara do Porto associou-se ao momento, promovendo, em conjunto com o Centro de Aconselhamento e Deteção do VIH/Sida (CAD) do Porto e a Federação Académica do Porto (FAP), uma iniciativa enquadrada na Estratégia “Porto, Cidade sem Sida”.


Assim, durante todo o período em que decorreu o cortejo dos caloiros (14 às 19 horas), a unidade móvel do CAD esteve estacionada na zona contígua à estação de metro da Trindade a promover ações de rastreio, aconselhamento e divulgação de informação, no âmbito do VIH e Sida, dirigidas à população em geral. Foi feita a distribuição alargada do G.P.S. (Guia Porto Sem) VIH/Sida, disponível em português, inglês e braille, um guia que resultou do trabalho do Município com mais de 25 parceiros de setores distintos e complementares (saúde, educação e a sociedade civil).


As ações enquadradas na Estratégia “Porto, Cidade sem Sida” encontram-se em linha com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 2030 das Nações Unidas, nomeadamente o de “garantir a saúde e o bem-estar para todos em todas as idades” e de “não deixar ninguém para trás”.


A Semana de Receção ao Caloiro é promovida pela Federação Académica do Porto (FAP), enquanto momento simbólico de acolhimento e integração dos novos estudantes da Academia do Porto.

Galeria
Item 1 de 11
Anexos
Clique no ficheiro para fazer o download